Notícias

NATAL, FESTA DA ESPERANÇA

   23/12/2013
Fonte: cnbb   
NATAL, FESTA DA ESPERANÇA

Dom Pedro Carlos Cipolini
Bispo de Amparo (SP)

“O povo que estava nas trevas viu uma grande luz”(Is 9,2)

O natal é para nós cristãos ocasião única de renovar nossa fé na encarnação do Filho de Deus. Comemoramos no natal, esta manifestação grandiosa do amor misericordioso de Deus: Ele veio até nós para nos elevar até Ele! A festa é de luz, a luz da esperança!

O mais comovente é que Ele veio na pobreza e simplicidade. Desde este início nos deu a grande lição, difícil para nós de ser assimilada. A lição que ele nos dá é que “sem a gramática da simplicidade nós não podemos nos aproximar e adentrar o mistério”, como disse o papa Francisco no Rio de Janeiro em seu encontro com os bispos brasileiros.

A palavra que a Igreja deve anunciar ao mundo é esta: Deus se fez carne a veio morar entre nós; Jesus, o Filho de Deus é semelhante a nós em tudo, menos no pecado: “Nele habita a plenitude da divindade” (Cl 2,9). E todos nós cristãos, atestamos e testemunhamos este amor misericordioso de Deus vivendo o evangelho.

Viver o evangelho é dar primazia à misericórdia como faz Deus no natal. Ele não perguntou se a humanidade era digna de recebê-lo. Ele veio primeiro na sua encarnação e depois ele ensinou o evangelho. A justiça humana julga o homem pelo seu passado amarrando-o a este passado, muitas vezes de faltas e pecados. A justiça de Deus, seu amor por nós, pelo contrário, dá um voto de confiança impelindo para o futuro e enchendo-nos de esperança.

Recebamos com muita gratidão o dom de Deus: o menino Jesus, adorado por Maria, José e os pastores na gruta de Belém. A grandeza desta cena ultrapassa toda nossa imaginação e nos puxa para dentro do mistério cósmico, da presença misteriosa de Deus em tudo.

Primeiro vem a adoração de José e Maria, contemplando o recém-nascido, depois vem o canto dos anjos anunciando o nascimento do menino Jesus. Que possamos também celebrar primeiro com amor a nossa fé, comemorando o aniversariante e depois comemorar com os parentes e amigos nas festas. Que estas comemorações possam ser inclusivas. Chame alguém que esteja só, ou que não tem como comemorar, e sua festa se enriquecerá com a presença do Senhor.

Faço votos que o Natal lhe dê muitas esperanças. O grande dom que o menino Jesus nos trás, o verdadeiro presente de natal é a esperança: “Ninguém pode viver sem esperança, os que perdem a esperança se tornam selvagens e malvados” (Dietrich Bonhoeffer).

Feliz e Santo Natal a todos!

Facebook
Contato

Endereço: Av. Mato Grosso Nº 680 - Centro Juína Mato Grosso Cep: 78320-000

Telefone: 66 3566-3734

E-mail: contato@santoagostinhojuina.com.br
Paróquia Santo Agostinho, Todos os Direitos Reservados. Copyright 2018 Desenvolvido por: NIVELDIGITAL