Notícias

14º Domingo do Tempo Comum- “A Paz de Cristo reine em vossos corações”

   06/07/2013
Fonte: cnbb oeste 2   
14º Domingo do Tempo Comum- “A Paz de Cristo reine em vossos corações”

Ano C - XXIII - Nº 1400 - 14º Domingo do Tempo Comum

 

cor verde- 07/07/2013

 

 

 

A Paz de Cristo reine em vossos corações

 

 

 

O mês de julho em nossa Diocese é dedicado à reflexão sobre o dízimo. Preparar um painel ou cartaz onde estará escrito: “Dízimo, expressão forte de comunidade”, colocando-o na entrada da Igreja. Para dar início à celebração, cantar de forma orante o refrão.

 

Por tudo dai graças, por tudo dai graças. Dai graças por tudo, dai graças! (bis)

 

01. ACOLHIDA

 

Animador(a) - Irmãos e irmãs, sejam todos bem-vindos a este encontro fraterno, para celebrar a Páscoa de Jesus Cristo, nosso Salvador, que nos chama e nos envia em missão para anunciar o Reino de Deus com simplicidade, confiança e fidelidade à mensagem do seu Evangelho. Neste mês dedicado à reflexão sobre o Dízimo, nos alegramos com os gestos de partilha e doação de todos os dizimistas que contribuem para o crescimento da Igreja de Jesus Cristo. Confiantes, cantemos.

 

Procissão de entrada como de costume.

 

02. CANTO INICIAL

 

1 - Pai de amor, aqui estamos, celebrando a unidade, somos teus filhos amados nesta mesa da igualdade. Somos uma só família, somos um só coração, eis que a graça da partilha entre nós faz-se oração!

 

No raiar de um novo tempo vida nova então se faz. A esperança do teu povo é justiça, amor e paz!

 

2 - Ó Jesus, Senhor da vida vem trazer libertação! Desta gente tão sofrida vem mostrar-Te Deus- Irmão. Tua cruz é rumo certo, junto a Ti vamos seguir pois teu Reino está bem perto: as sementes vão florir!

 

3 - Santo Espírito de Amor faz em nós tua morada e na luta contra a dor guia nossa caminhada! És a fonte da Verdade, vem mostrar a direção: vida plena, dignidade, povo livre, mundo irmão!

 

Presidente - Chamados pelo Pai para sermos discípulos missionários, comprometidos com o Vosso Reino, façamos o sinal de nossa fé. Em nome do Pai...

 

Presidente - A graça de Deus nosso Pai, o amor de Jesus nosso irmão e a força do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus...

 

03. DEUS NOS PERDOA

 

Presidente - Supliquemos ao Pai o perdão pelas vezes que não assumimos a missão de anunciar com simplicidade e confiança o Seu Reino de amor (pausa). Confiantes em Sua misericórdia, cantemos.

 

1 - Perdoai-me outra vez, Senhor! Novamente eu me fechei, dentro do meu desamor, vossa imagem eu mutilei.

 

Perdoai-me, Senhor, não vivi minha vocação. Perdoai-me, Senhor, não amei o meu irmão.

 

2 - Deveria ser vosso apóstolo, mas pequei por omissão. Eu também me acomodei, fracassei vossa missão.

 

3 - Deveria ser bom discípulo, mas calei a minha voz. Camuflando o ideal, sem pregar a vossa paz.

 

Presidente - Deus da vida, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Amém.

 

- Senhor, tende piedade de nós. Senhor...

 

- Cristo, tende piedade de nós. Cristo...

 

- Senhor, tende piedade de nós. Senhor...

 

04. MOMENTO DE LOUVOR

 

Este canto é próprio para a Celebração da Palavra.

 

Presidente - Louvemos a Deus que acompanha fielmente a caminhada de nossas comunidades, abençoando-as com a sua graça e seu amor.

 

1 - Vou cantar, entoar um canto novo, vou sair, chamar o povo pra louvar, Aleluia! Assim toda criatura, nossa terra, sol e lua vão louvar e cantar.

 

Se alguém Te louva em silêncio, Tu acolhes, ó Senhor, sua oração. Se alguém entoa um canto novo, Tu acolhes, ó Senhor, sua canção. Aleluia!

 

2 - É feliz, quem em Ti fez a morada, vida nova, outra casa pra ficar. Aleluia! Tu preparas mesa farta e alimentas pra jornada dando amor, luz e paz.

 

3 - O nascer de uma aurora radiante, vai dourando a cada instante os trigais. Aleluia! E os pequenos e sofridos, nos teus braços acolhidos, vão louvar e cantar.

 

05. ORAÇÃO

 

Presidente - Senhor nosso Deus, pelo batismo nos chamais ao anúncio e testemunho do vosso Reino. Concedei-nos a graça de testemunhar a vossa Palavra em nossas famílias, no ambiente de trabalho e na sociedade. Por Jesus Cristo, vosso Filho e nosso Senhor, na unidade do Espírito Santo.

 

Amém.

 

Sem nenhum comentário a assembleia senta-se, em seguida o(a) leitor(a) proclama a leitura.

 

06. LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS (66, 10-14c)

 

07. SALMO RESPONSORIAL (65)

 

O Salmo deve ser cantado ou proclamado do Lecionário.

 

Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira! (bis)

 

- Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Dizei a Deus: “Como são grandes vossas obras!

 

- Toda a terra vos adore com respeito e proclame o louvor do vosso nome!” Vinde ver todas as obras do Senhor: seus prodígios estupendos entre os homens!

 

- O mar ele mudou em terra firme, e passaram pelo rio a pé enxuto. Exultemos de alegria no Senhor! Ele domina para sempre com poder!

 

- Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar: vou cantar-vos todo bem que Ele me fez! Bendito seja o Senhor Deus que me escutou, não rejeitou minha oração e meu clamor, nem afastou longe de mim o seu amor!

 

08. LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS GÁLATAS (6, 14-18)

 

09. CANTO DE ACLAMAÇÃO

 

Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)

 

1 - A paz de Cristo reine em vossos corações; ricamente habite em vós sua Palavra!

 

10. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO LUCAS (10, 1-12.17-20)

 

11. PARTILHA DA PALAVRA

 

12. PROFISSÃO DE FÉ

 

Presidente - No Deus que nos chama e nos envia para anunciar o Vosso Reino, professemos a nossa fé. Creio em Deus Pai...

 

13. PRECES DA COMUNIDADE

 

Presidente - Confiantes, elevemos ao Pai os pedidos de nossa comunidade, cantando após cada prece: Ó Senhor, Senhor neste dia, escutai nossa prece.

 

- Senhor, fortalecei a vossa Igreja, confiada ao nosso Pastor, o Papa Francisco, para que sem medo, continue anunciando o Vosso Reino com simplicidade e fidelidade ao Evangelho. Nós vos pedimos.

 

- Senhor, iluminai nossa Diocese para que com a Vossa Luz possa colocar em prática o Projeto Diocesano de Evangelização 2013-2016, tornando as nossas comunidades cada vez mais missionárias, proféticas, servidoras e acolhedoras, em especial, para com os mais necessitados. Nós vos pedimos.

 

- Senhor, abençoai todos os dizimistas que contribuem na ação evangelizadora, na caridade com os necessitados e na manutenção da vossa Igreja, para que nunca lhes falte o necessário para o sustento de seus lares. Nós vos pedimos.

 

- Senhor, encorajai a todos nós batizados para que vivamos fielmente a nossa missão de testemunhar Jesus Cristo na família, na comunidade e na sociedade. Nós vos pedimos.

 

Presidente - Acolhei, Pai Santo, os pedidos que vos apresentamos. Por Cristo, nosso Senhor.

 

Amém.

 

14. APRESENTAÇÃO DOS DONS

 

Este momento é próprio para a Celebração da Palavra.

 

Animador(a) - O segundo eixo prioritário do Projeto Diocesano de Evangelização para a Ação Pastoral da Diocese de Colatina 2013-2016, é a missão, tendo como objetivo formar discípulos missionários comprometidos com a causa do Reino, fortalecendo em nossa Igreja uma cultura missionária. Apresentemos ao altar do Senhor as ações pastorais de nossa Diocese que ao longo dos próximos quatro anos nos ajudarão a tornar a nossa Igreja mais missionária.

 

Apresenta-se o cartaz do Projeto Diocesano de Evangelização 2013-2016 e cartazes contendo as iniciativas que mostre o rosto missionário de nossa Igreja e ações que a comunidade já realiza (Ex.: Infância e Adolescência Missionária, Círculos Bíblicos, Amigos do Santuário, Retiros, Missões Populares, Leitura Orante da Sagrada Escritura), enquanto se canta. A missão que recebemos de Jesus é a mesma que Deus Pai lhe confiou: anunciar a Boa-Nova porque o Reino já chegou.

 

15. CANTO DAS OFERENDAS

 

(Onde houver Celebração da Palavra)

 

Não se deve dizer: nada posso ofertar; pois as mãos mais pobres é que mais se abrem para

 

tudo dar.

 

1 - O Senhor só deseja que em nós tudo seja constante, servir quando nada se tem só resta dizer: Senhor, eis-me aqui!

 

2 - Alegrias da vida momentos da lida eu posso ofertar, pois nas mãos do Senhor, um gesto de amor não se perderá.

 

(Onde houver Celebração Eucarística)

 

1 - Deus prepara uma mesa farta, rica em alimentos, plena de beleza. Faz no mundo sua moradia e enfeita a vida com a natureza.

 

Bens da terra, frutos do trabalho, neste pão e vinho, vimos ofertar dons da vida, frutos do

 

chamado, feitos oferendas, neste santo altar. Recebe, Senhor! Ô, ô, ô, recebe, Senhor! Recebe

 

Senhor! Ô, ô, ô, recebe, Senhor!

 

2 - Deus convida toda a humanidade a fazer da vida sua vocação. Pois, seu Filho, dom da santidade é o doador e a doação.

 

3 - Deus restaura nossas pobres forças quando a noite chega, sem nada pescar. Lancem rede, em profundidade e em outros barcos venham navegar.

 

4 - E preparam uma mesa santa, entrem nesta festa, tragam vinho e pão. E, sem medo, deixem rede e barco, deem suas vidas como oblação.

 

16. PAI NOSSO

 

Presidente - Rezemos com amor e confiança a oração que Jesus nos ensinou. Pai Nosso...

 

17. ABRAÇO DA PAZ

 

Animador(a) - No Evangelho, Jesus pede aos discípulos que sejam anunciadores de paz. Saudemo-nos dizendo: A paz esteja com você, com sua família e em sua casa.

 

Paz, paz, paz, eu te desejo a paz e a luz. (bis) Não do jeito do mundo, mas do jeito de Jesus.

 

(bis)

 

Paz, paz, paz, eu te desejo a paz. Luz, luz, luz, eu te desejo a luz. (bis) Do jeito de Jesus.

 

18. CANTO DA COMUNHÃO (se houver)

 

1 - Ninguém pode calar a voz, ninguém pode forjar a razão, ninguém pode conter de novo o grito do povo faminto de pão.

 

Se entre nós já existe a partilha entremos na fila do amor comunhão. (bis)

 

2 - Ó Senhor tantos braços fechados poderiam se abrir, dar as mãos! Quantos lábios tão mudos, cerrados não querem falar, defender o irmão.

 

3 - Ó Senhor tantos trabalhadores e outros tantos sem ocupação esperando trabalho e salário, o pobre e operário a viver de ilusão.

 

4 - Ó meu Deus, há mulheres sofrendo, há crianças na rua, sem pão e a Igreja se faz solidária na prece diária, convida à ação.

 

19. ORAÇÃO

 

Presidente - Bendito sejais ó Deus, Senhor de ternura e de paz. Enriquecidos pela comunhão convosco e com nossos irmãos e irmãs, possamos fazer o bem, louvar-vos com mais amor e alcançar a salvação. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

20. NOTÍCIAS E AVISOS

 

- De 16 a 20 de julho, acontecerá em nossas paróquias/comunidades a Semana Missionária em preparação à Jornada Mundial da Juventude. Organizem-se!

 

21. BENÇÃO

 

Presidente - O Deus Pai, que vos envia em missão no meio de conflitos e incertezas, dai-vos coragem e perseverança na ação missionária. Amém.

 

- Abençoe-vos o Deus todo-poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

- Sede testemunhas da paz. Anunciai a todos que o Reino de Deus está próximo.

 

- Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

 

22. CANTO FINAL

 

1 - Do reino da justiça, alegres mensageiros, profetas, companheiros, vivendo pela paz. Em Cristo batizados, ao mundo enviados, nós somos missionários do amor que Deus nos traz!

 

Juventude missionária, inquieta e solidária. (bis)

 

2 - Nós temos nossas mãos e os corações abertos, pra, no momento certo, fazer o amor brilhar. A fé nos enriquece, servindo a gente cresce, aos pobres e excluídos, queremos nos doar!

 

PREPARANDO A PARTILHA DA PALAVRA

 

No Evangelho de hoje, Jesus afirma a necessidade de que haja muitos anunciadores da Palavra de Deus. Ele envia os discípulos para anunciar que o Reino de Deus está próximo. A tarefa não é fácil, pois estarão como “cordeiros no meio de lobos”. Jesus mostra que não há missão sem perseguição, sem sofrimento, sem cruz, e que o essencial não é o êxito, mas sim a fidelidade a Cristo. Jesus exige de seus discípulos o despojamento de tudo; pobres de si, mas ricos da mensagem do Reino. Quem anuncia o Evangelho não pode confiar em poderes humanos; a sua única força é a que provém da Palavra anunciada. Como afirma São Paulo (2ª leitura) que sua força e sua glória são a cruz de Cristo. E que o Cristo não é identificado por sinais externos e sim pela doação total de si, por amor. Como aos setenta e dois discípulos outrora, o Senhor nos chama hoje a evangelizar com simplicidade e fidelidade a Ele, não nos limitando ao ambiente protegido pela Igreja. Jesus fala de castigos de Deus para indicar as consequências causadas pela recusa do Evangelho. Quem não aceita Cristo arruína sua própria vida, torna-se responsável pela sua infelicidade e pelos seus próprios males e não encontrará paz. Estamos conscientes de que é missão nossa anunciar a todos a mensagem de Jesus? As nossas comunidades desenvolvem a missão de forma adequada? Por que em nossos dias o Senhor ainda não entrou em muitos ambientes?

 

DIMENSÃO MISSIONÁRIA DO DÍZIMO

 

O dízimo deve levar a minha comunidade toda a ser sinal de salvação. Todos nós, que somos batizados, somos missionários, diz o Vaticano II. Quando eu contribuo para que a comunidade possa desenvolver um trabalho pastoral eficiente, uma catequese eficaz, para que possa preparar catequistas, animadores de comunidades, missionários para evangelizar em outros lugares, meu dízimo assume a dimensão missionária. Quando eu ajudo minha comunidade a preparar e enviar missionários, sou eu que envio. Contribuindo na minha comunidade, estou contribuindo com a Igreja toda, porque parte de tudo é encaminhado à diocese, e o bispo de cada diocese se encarrega de estabelecer a comunhão universal, participando dos projetos de solidariedade com outras dioceses e com a Igreja toda. Com o nosso dízimo contribuímos também com a nossa Igreja Irmã, a Diocese de Marabá no Pará, onde existe uma carência muito grande de missionários e missionárias e de recursos materiais para a evangelização.

 

Facebook
Contato

Endereço: Av. Mato Grosso Nº 680 - Centro Juína Mato Grosso Cep: 78320-000

Telefone: 66 3566-3734

E-mail: contato@santoagostinhojuina.com.br
Paróquia Santo Agostinho, Todos os Direitos Reservados. Copyright 2018 Desenvolvido por: NIVELDIGITAL